quarta-feira, 7 de maio de 2014

A INFORMACIONISTA


Autor: Taylor Stevens

Título original: The Informationist



Sinopse: Vanessa «Michael» Munroe trabalha com informação. Depois de escapar a uma infância traumática numa África Central sem lei, a sua formação e o seu treino permitem-lhe obter todo o tipo de informações, independentemente do cenário de operações onde se encontre. Por isso, é agora requisitada por empresas, instituições, chefes de estado e clientes privados que podem pagar os seus serviços únicos no mundo. 
Quando um bilionário texano do mundo do petróleo a contrata para encontrar a sua filha desaparecida em África, Munroe regressa a um mundo selvagem e profundo que tão bem conhece, enfrentando forças misteriosas que estão determinadas em manter em segredo o destino da rapariga desaparecida. 
Para ter alguma esperança de sair da selva com vida, Munroe vai ter de enfrentar, finalmente, os fantasmas do passado que durante tanto tempo fez por esquecer. 


Sendo um livro muito falado nos últimos tempos, e em vias de ser adaptado ao cinema, decidi ler o primeiro livro desta série e perceber o porquê de se falar tanto desta personagem principal. Após acabar o livro torna-se óbvio que este ganha bastante com esta personagem, e sem ela estaríamos perante um livro muito mais banal. Mas comecemos pelo início...

Apesar de ser um thriller, o livro começa com uma narrativa lenta, tentando criar o mistério necessário enquanto nos apresenta o fundamental do livro: Munroe, a personagem principal. Aliás, desde cedo se nota que a autora tem plena consciência que este livro deve muita da sua qualidade a esta mulher que nos prende desde o primeiro momento. O enredo desenvolve-se lentamente, sem pressas, enquanto explora o passado da personagem e vemos as notórias semelhanças entre ficção e a vida da autora, sem pais, obrigada a sobreviver por qualquer meio. E talvez pela semelhança, a autora consegue criar uma personagem muito real, que surpreende em vários momentos, principalmente porque não demonstra uma linha moral muito definida. E é quando nos apercebemos de tal facto que vemos como Munroe encaixa perfeitamente num enredo que pede alguém que coloque a sua sobrevivência acima de valores morais.

Aos poucos o ritmo aumenta, e quando chegamos ao último terço do livro, já é muito difícil parar a leitura. A escrita da autora pode não ser a mais perfeita para o género, mas o enredo é intenso o suficiente para nos prender até ao forte final que a autora preparou, mas sempre a deixar algumas respostas para os próximos livros. Os diálogos são bons e a forma como a autora explora alguns cenários dá-nos a ideia que realmente esteve perante situações parecidas e sabe como manipular algumas ideias e transportá-las para o papel, principalmente na forma como consegue ir desvendando o passado de Munroe nos momentos certos.

Quando acabamos o livro, a um ritmo alucinante, conseguimos ter uma imagem completa do enredo e percebemos que em alguns momentos foi fantástico, mas também houve momentos forçados, sendo que alguns deveriam ser explicados nos próximos livros. Em tudo o resto, a autora faz um bom primeiro livro, que está mais virado, e bem, para uma personagem do que para o enredo, pois esta personagem será a base de toda a série de livros futuros. Mas, para acabar, devemos realçar a forma como a autora explora alguns temas: política, interesses, dinheiro... tudo isto está acima de valores morais, e lermos que muito do que está nestas páginas realmente existe, é marcante.

Esta foi uma leitura que gostei bastante. O livro tem alguns momentos que devem ser explicados no futuro e em certas fases parece demasiado dependente da personagem principal, mas no fim fica a sensação que li um livro muito interessante, intenso e que agradará a todos os fãs do género. Se gostam do género e procuram um livro inteligente, este é uma boa opção.

Luís Pinto

4 comentários:

  1. É o que estou agora a ler!

    ResponderEliminar
  2. Olá Luís!

    Gostei bastante da tua apreciação do livro. Não conheço a autora mas já fui fazer uma pesquisa e falam muito bem do livro. Obrigada pela recomendação. Vou arranjar! Continua com a saga!

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Uma opinião interessante. Este é o meu género de livros mas não conheço a escritora. Pelo que estive agora a ver vão ser pelo menos 3 livros e a crítica especializada tem falado muito bem do livro. Parece-me uma boa escolha.

    Boas leituras e depois passo por aqui para dar uma opinião mais detalhada.

    ResponderEliminar
  4. Fiquei convencido mas só o compro na feira que as finanças não estão para loucuras!

    ResponderEliminar