quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

VICIADO NO PECADO


Autor: Monica James

Título original: Dirty Dix





Sinopse: Intenso, Sexy, Inesperado e Arrepiante. Uma história erótica e de suspense, que é também uma grande história de amor e redenção. Escrito do ponto de vista do Doutor Dixon Mathews, um psiquiatra de Nova York. Convincente e chocante é uma história de amor que irá manter o leitor absorvido até ao fim... Matthew Dixon irá contar-nos a atracção por duas mulheres. Uma acalma os seus instintos predatórios. A outra o instinto protector. Qual das duas escolherá?



Nunca li nada desta autora e sinceramente não estava inclinado para ler um novo livro erótico nos próximos tempos, mas o facto de aqui termos um homem como personagem principal despertou-me a atenção. Afinal de contas, o grande problema deste género é o facto de a grande maioria serem demasiado parecidos. Com um homem como personagem principal, o livro tinha tudo para se destacar.

A verdade é que o livro se destaca pela originalidade em relação a outros que li mesmo que acabe por usar alguns clichés do género. Comecemos pela personagem principal. Dixon é o personagem mais explorado do livro, sendo interessante ver um enredo erótico de um ponto de vista masculino. A autora entra na cabeça do personagem com alguma originalidade, apesar de por vezes cair nos clichés do costume para de seguida fugir dos mesmo, caminhando uma direção diferente. Neste aspeto o livro é uma montanha russa, entre os momentos previsíveis do género e os momentos originais que surpreendem.

A história é interessante, com três personagens distintas, principalmente as duas mulheres, que acabam por alterar a própria personalidade do homem consoante a pessoa com quem está. É interessante ver duas relações tão diferentes, quer nos momentos sociais, quer nos mais íntimos. O enredo deixa algumas perguntas no ar, ficando claro que a autora sempre pensou em fazer uma sequela, mas consegue concluir alguns temas importantes, principalmente na construção das personagens. Por fim, achei interessante, e bem conseguido, a forma como a autora muda a sua escrita dependendo da pessoa com quem Dixon está, adaptando-se à sua personalidade.

Sendo um livro que terá uma sequela, não existe uma sensação de conclusão. No entanto, o livro consegue destacar-se pela sua originalidade, pois ainda não tinha lido um livro erótico de um ponto de vista masculino tão focado nos pensamentos do homem e nos seus desejos, medos e ambições. claro que existem clichés, sempre ligados às possibilidades financeiras do homem e ao seu sucesso profissional, que continua a ser usado como uma das bases do interesse do sexo oposto, sendo algo que já foi repetidamente usado. No entanto, se gostam do género e procuram algo diferente, aqui irão encontrar a originalidade que desejam.

Luís Pinto 




Sem comentários:

Enviar um comentário