quinta-feira, 16 de março de 2017

BANKSTERS


Autor: Marc Roche

Título original: Les Banksters




Sinopse: Por que é tão difícil a reforma do sistema financeiro? É esta a questão central deste livro. O mundo mudou a 15 de setembro de 2008, com o colapso do banco Lehman Brothers. Desde esse momento, os governos, os reguladores, bem como os meios financeiros, repetem como um mantra: «Nunca mais». As autoridades dispõem agora de mecanismos para descobrir e punir os abusos. Pelo menos do exterior. Porque no fundo, muito poucas coisas mudaram. Continuamos a caminhar sobre um vulcão que pode entrar de novo em erupção apesar das medidas para o impedir. Marc Roche, jornalista de economia na City em Londres, conversou com alguns dos grandes responsáveis económicos mundiais. À primeira vista, pareciam conscientes e preocupados em moralizar o mundo financeiro. Mas a ausência de sentido das responsabilidades é chocante. Alguns dos grandes banqueiros assumiram riscos insensatos ao perseguir o seu interesse pessoal em vez do interesse do seu empregador, para não falar do interesse da sociedade. Um grande número de banksters continua onde sempre esteve: na cúpula. E aparentemente não manifesta nenhum remorso.




Há alguns anos que sou um leitor interessado em muito do que este autor tem dito em entrevistas e conferências. No entanto, este foi o primeiro livro que li de Marc Roche, e claramente que valeu a pena.

Sem problemas em expor problemas, falhas e pessoas, Roche tem uma escrita acutilante mas também capaz de explicar o que é necessário para o leitor compreender até onde este livro está disposto a ir e o quanto realmente revela. Roche, tal como é hábito, faz as perguntas que ninguém quer responder e explica ao autor o porquê de as fazer e ninguém responder. Com cuidado, para que este não seja um livro demasiado especializado para o conhecimento do comum leitor, Roche explica como o sistema financeiro funciona, o que se alterou nos últimos anos, quais as suas falhas estruturais e o que deve ser mudado. 

Claro que o foco está nas mudanças das últimas duas décadas, em que o sistema financeiro quase virou uma casa de apostas e tudo serve para desequilibrar a balança com especulações. Roche explora quem ganha com isso e ao mesmo tempo demonstra como os bancos e outras entidades ligadas ao sistema financeiro conseguem contornar as novas regulamentações criadas para prevenir novas bolhas no setor ou fugas de dinheiro. Roche explora remunerações, objetivos dos banco, os motivos e como fecham os olhos a muito. Pelo meio, a questão mais importante: os verdadeiros culpados têm demasiado dinheiro e poder para alguma vez serem condenados. Então o que tem de mudar?

Quer sejam leitores que conheçam bastante bem o sistema financeiro, ou pessoas sem conhecimentos no assunto, se tiverem curiosidade sobre este livro, então devem mesmo lê-lo. Ao fim de já ter lido cerca de uma dezena de livros sobre o sistema financeiro, este foi, talvez, o que mais gostei. Forte, direto e capaz de ensinar e nos levar a questionar, este é um excelente livro.

Luís Pinto 

Sem comentários:

Enviar um comentário